5 de mai de 2010

Lição 06 - Eu & os Amigos *~* Conteúdo adicional para as aulas de Juvenis

Eu & os Amigos
  Texto Bíblico: Lucas 6.27-38

O Melhor dos Amigos
Professor, podemos conceituar o termo “Amizade” como “sentimento fiel de afeição, apreço, estima ou ternura entre pessoas”. A importância da amizade é sentida nos relacionamentos pessoais, onde fica claro que o ser humano tem inerente em sua natureza a sociabilidade.
Por isso, no texto bíblico encontramos diversas vezes a preocupação do Senhor em relação aos relacionamentos de amizade dos homens: A amizade de Davi e Jonas (1 Sm 18.1-6); o sábio rei Salomão enfatiza a importância da amizade (Pv 18.24); o próprio Jesus fala do relacionamento com o próximo (Lc 6.27-38).
A obra “Graça diária”, ao tratar da amizade, expressa o seguinte:

“No início do épico de J. R. R. Tolkien, O Senhor dos Anéis, Gandalf designou uma difícil tarefa ao seu jovem, ingênuo e despreparado amigo Frodo. Era uma tarefa que expandiria o seu pequeno mundo e transformaria a sua vida para sempre. Uma tarefa que precisava ser realizada, mas era tão difícil que ele não podia garantir que Frodo seria bem sucedido. Mas ele pôde oferecer este poderoso conselho: “... você não deve ir sozinho, não sem conhecer alguém em quem confie, e que esteja disposto a estar ao seu lado... mas se procurar alguém para acompanhá-lo, seja cuidadoso na escolha!” A comunhão com outros crentes pode fazer a diferença entre atravessar uma situação difícil e deixar que o mundo o vença. Partilhar as suas alegrias, tristezas, esperanças e frustrações com alguém podem fortalecê-lo como indivíduo e ajudá-lo a definir as providências a tomar. A comunhão ajuda-o a transmitir o amor de Cristo a outros. À medida que você aprende a confiar em outras pessoas, estas aprenderão a confiar em você. E, por meio da comunhão, você poderá sentir diretamente a graça de Deus quando vir outros lhe estendendo gentileza e compaixão justamente quando você precisar. Lembre-se, até mesmo Paulo precisou de um amigo como Barnabé ou Silas para dividir o peso do seu ministério e ter comunhão. Procure maneiras de construir amizades cristãs na sua igreja, em um grupo de estudo bíblico do qual participe ou até mesmo no trabalho. Peça a Deus que traga amigos a sua vida, e dedique algum tempo para descobrir pessoas que desejam ter comunhão com você.”
Texto Extraído da obra:Graça Diária. Rio de Janeiro, CPAD, p. 71
A amizade é imprescindível à construção da comunhão. A realização de encontros, cultos que expressem a criatividade da juventude e bons relacionamentos, apresentará à juventude a oportunidade da edificação de grandes amizades. Boa Aula!

“Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a lei de Cristo.”
Gálatas 6.2

Nenhum comentário:

Postar um comentário