21 de mai de 2010

Lição 08 - Rico, porém tolo ** ** Conteúdo adicional para as aulas de Pré-Adolescentes

Rico, porém tolo
Texto Bíblico: Lucas 12.16-21

Na parábola do Homem Rico, Jesus explicou que a vida consiste de mais coisas, além de riqueza e possessões. Um homem rico que tinha tido um ano produtivo em sua plantação, derrubou seus celeiros e construiu outros maiores para que pudesse recolher tudo. Ainda que não houvesse nada errado com a alegria do homem com a sua colheita ou a construção para poder armazená-lo, o seu problema básico foi concentrar-se completamente em sua riqueza e no seu próprio aproveitamento. Em grego, esta história inclui a palavra “meu” (também no feminino ou no plural) quatro vezes, e a palavra “eu” oito vezes. Como revela a história, a alegria do homem vinha de suas coisas – mas coisas que não duram eternamente. O homem rico não estava preocupado com mais ninguém, nem mesmo com Deus. Sem nenhuma perspectiva eterna, a vida do homem estava completamente concentrada nas coisas temporais. O seu objetivo era descansar, comer, beber e folgar, o que revela o seu desejo de simples auto-indulgência. Ele pensava que com os celeiros armazenando montanhas de riquezas para o futuro, ele tinha tudo completamente sob seu controle. O homem rico tinha cometido um erro fatal: havia se esquecido de colocar Deus no centro da sua vida. Preocupado exclusivamente consigo mesmo, quando chegasse a hora de estar diante de Deus, este homem não seria nada além de louco. A moral da história: o tolo passa todo o seu tempo acumulando tesouros terreno, mas não é rico para com Deus. A questão decisiva é para quem estão sendo guardados. Se para si mesmo, então os males da riqueza sobrevirão. Ser rico para com Deus significa usar a riqueza que Ele provê para satisfazer as suas prioridades. As pessoas que são “ricas” desta maneira amam a Deus e são cheias de uma paixão por obedecer e servir a Ele e a dar a outros. Sendo assim, os “tesouros” que uma pessoa pode ganhar nesta vida podem ser alegremente colocados à disposição de Deus, para que sejam utilizados em benefício do aumento de seu Reino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário