21 de mar de 2010

Lição 12 - Cartas de Paulo *** Conteúdo adicional para as aulas de Maternal

Cartas de Paulo
Texto Bíblico: Atos 18.16-31

De professor para professor
Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças se esforcem para levar outras a conhecerem a Deus e a sua Palavra.
• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.
• A palavra-chave da aula de hoje é “CARTA”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Paulo se esforçava para explicar a Palavra de Deus.” Você pode se esforçar para explicar aos seus coleguinhas sobre Jesus.

Para refletir
• “Enquanto Paulo ficou em regime de prisão domiciliar, fez mais do que falar aos judeus. Escreveu epístolas, comumente chamada de ‘cartas da prisão’, aos Efésios, aos Colossenses e aos Filipenses. Escreveu também em caráter pessoal, como a carta a Filemom. Lucas esteve com Paulo em Roma (2 Tm 4.11). Timóteo visitou frequentemente o apóstolo. Paulo testemunhou a toda a guarda romana e relacionou-se com os cristãos romanos”.
Extraído da: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD
• Professor, “a criança do maternal gosta de contar histórias que ouviu, por isso, sempre que sobrar um tempinho, dê à criança a oportunidade de recontar a história contada na classe, deixando-a manusear os visuais” (Marta Doreto).

Regras Práticas para os Professores
“O quarto ano de vida é importante para a construção do processo de abstração: a criança consegue se situar ao longo do tempo (passado, presente e futuro), vendo-se num processo contínuo, além de ser capaz de abstrair situações e ações. Assim, pode reagir às situações presentes, às imagens do passado e a planos e elaborações futuras. É uma idade expansiva, em que a criança pode bater em amigos e nas suas manifestações emocionais, rir de forma estrondosa, ter acessos de fúria ou chorar copiosamente e exageradamente. Funciona, porém, como uma gangorra, pois em poucos momentos são perfeitamente encantadoras e divertidas, não obstante os excessos do seu comportamento. Essa é também a chamada idade dos porquês: sempre questiona o que ouve, investiga fatos e pergunta muito sobre as coisas do seu cotidiano”.
Extraído do livro: Amor e Disciplina para Criar Filhos Felizes, CPAD

• Atividade Manual
Para reforçar o ensino da lição, sugerimos que as crianças façam um desenho para entregar um amigo (a) que ainda não conhece a Jesus. Coloque o desenho dentro de um envelope bem bonito. Enquanto as crianças desenham, converse com elas dizendo que mesmo estando na prisão, Paulo escrevia cartas para anunciar o Evangelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário